Santa Rosa registra 41,2ºC e vai aumentar

Máximas muito altas ocorrerão no Sul gaúcho nesta sexta com o centro da bolha de ar quente na região do Rio da Prata


Por MetSul em 14/01/2022 às 08:23 hs

Santa Rosa registra 41,2ºC e vai aumentar
Foto Anderson Alves / MetSul

O Rio Grande do Sul teve mais um dia tórrido ontem com marcas extremas de calor na Metade Oeste e na Campanha, novamente recorde em alguns municípios. Pelo segundo dia seguido as máximas superaram os 40ºC no Estado com as máximas mais altas novamente em localidades próximas das fronteiras com o Uruguai e a Argentina. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou máximas de 41,2ºC em Quaraí, 41,0ºC em Uruguaiana, 39,9ºC em Santiago (recorde deste a abertura da estação em 2009), 39,3ºC em Alegrete e São Luiz Gonzaga, 38,4ºC em São Gabriel e Bagé, 38,1ºC em Dom Pedrito, e 38,0ºC em Livramento.

Estações automáticas particulares, cujos dados não contam para fins de recordes históricos oficiais, registraram máximas de 41,2ºC em Santa Rosa, 40,2ºC em Porto Xavier, 39,5ºC em Vila Nova do Sul, 39,2ºC em Lajeado, 39,0ºC em Teutônia, 38,6ºC em Feliz, 38,3ºC em Espumoso, e 38,1ºC em Westfália. Estações da Secretaria da Agricultura indicaram 40,5ºC em São Borja, 40,0ºC em Itaqui, 39,4ºC em Porto Vera Cruz e 38,7ºC em Rosário do Sul. Boletim da Aeronáutica reportou 42ºC no Aeroporto Comandante Kraemer de Bagé às 15h e 16h. Na Grande Porto Alegre, a máxima chegou a 36,0ºC em Campo Bom. Porto Alegre bateu em 34,8ºC no bairro Jardim Botânico. Foi mais um dia em que fez mais calor em algumas cidades da Serra que na área metropolitana com máxima, por exemplo, de 37,5ºC em Serafina Correa.

A umidade relativa do ar se manteve baixíssima à tarde com mínimos de 11% em Serafina Correa e Lagoa Vermelha, 12% em Uruguaiana e Tupanciretã, 13% em Quaraí, Bagé, Santiago, São Vicente do Sul e Passo Fundo, 14% em Alegrete e Santa Rosa, e 15% em Dom Pedrito, São Luiz Gonzaga e Livramento. O calor seguirá muito intenso com máximas ao redor dos 40ºC e vai aumentar muito nos vales e na Grande Porto Alegre com marcas perto ou acima de 40ºC nesta sexta e no fim de semana. A massa de ar quente vai ficar mais úmida, o que trará chuva e temporais – alguns fortes a severos com potencial de danos em algumas cidades – e madrugadas de muito calor. A massa de ar extremamente quente que vem atuando com maior força no Oeste gaúcho e na Campanha gradualmente toma conta do Estado e traz dia escaldante com marcas perto ou acima de 40ºC na maioria das cidades nesta sexta-feira. Dia tem sol, nuvens aparecem e na Metade Norte ocorrem pancadas isoladas com risco de temporal da tarde pra noite. Não se descarta instabilidade isoladíssima do Centro para o Oeste gaúcho.

O núcleo da bolha de ar quente atuará ao longo desta sexta-feira na altura do Rio da Prata, o que trará máximas no Sul e Campanha raramente vistas na história recente destas regiões com máximas ao redor e acima de 40ºC em muitos municípios e de 41ºC a 43ºC nas áreas de Bagé e Jaguarão. A onda de calor atinge o seu ápice nesta sexta no Uruguai e Argentina. Buenos Aires pode superar os 41,1ºC da terça, segunda maior máxima em 117 anos de dados da capital argentina, só atrás dos 43,3ºC de 1957. O calor será extraordinário no Centro do país com múltiplos recordes, levando o sistema elétrico ao limite com apagões. No Uruguai, o calor nesta sexta também será histórico com quebra de recordes e máximas em alguns departamentos de 42ºC a 44ºC. E, se não bastasse, vai começar a fazer muito calor também de noite. A noite desta sexta-feira será incrivelmente quente no Sul e no Oeste com 30ºC a 33ºC às 21h em Uruguaiana, Quaraí e diversos outros municípios. Uruguaiana, por exemplo, deve amanhecer com temperatura mínima impressionante ao redor de 30ºC no sábado.



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !